"pedaços de mim"...
||| Cumplicidades e Pensamentos |||
06 de Junho de 2007

Parecia diferente, ou quisera eu que parece-se diferente... Parecia livre, ou quisera eu ocultar a possibilidade de nao o ser... Nao queria perguntas, nao queria pressões.. queria apenas que o tempo nao andasse depressa.. queria descobrir o q sentia a pouco e pouco.. e esse pouco, sinto-o agora que se estava a transformar em algo. Algo q agora se transformou em vazio... horas perdidas, conversas de tudo e de nada, silêncios musicais.. porque? para quê?..

 

A Noite vem poisando devagar

Sobre a Terra, que inunda de amargura ...
E nem sequer a bênção do luar
A quis tornar divinamente pura ...

Ninguém vem atrás dela a acompanhar
A sua dor que é cheia de tortura ...
E eu oiço a Noite imensa soluçar!
E eu oiço soluçar a Noite escura!

Por que és assim tão escura, assim tão triste?!
É que, talvez, ó Noite, em ti existe
Uma Saudade igual à que eu contenho!

Saudade que eu sei donde me vem ...
Talvez de ti, ó Noite! ... Ou de ninguém! ...
Que eu nunca sei quem sou, nem o que tenho!!

Florbela Espanca

publicado por jhose às 10:36 link do post
sinto-me:
Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Ate quando o corpo pede um pouco mias de alma
A vida nao pára...
E quando o tempo acelera e pede pressa
Eu recuso faço hora, vou na valsa
A vida é tao rara...
E quando todo o mundo espera procura do mal
E a loucura finge que isso tudo é normal
Eu fingo ter paciência...
O mundo vai girando cada vez mais veloz
Agente espera do mundo e o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência...
Será que é tempo que me falta para perceber
Será que temos esse tempo para perder
E quem quer saber, a vida é tão rara
Tão rara...
Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Mesmo quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei, eu sei
A vida nao pára...
A vida nao pára não!
Será que é tempo que me falta para perceber
Será que temos esse tempo p'ra perder
E quem quer saber, a vida é tão rara
Tão rara...
Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Ate quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei, eu sei
A vida nao pára
A vida nao pára não!

Certamente uma musica que te é familiar, 'Paciência' de Mafalda Veiga, uma das minhas preferidas, que me atrevo a dedicar-te (se a
Mafalda assim o permitir.. :p)
Aproveito para te relembrar o meu apoio e amizade sempre que precisares, principalmente nos momentos mais dificeis, porque nos bons momentos, nesses, certamente existem muito mais pessoas à nossa volta. Força.. sempre.. às armas jhose.. Beijinhos
monteiro a 12 de Junho de 2007 às 14:54

contador visitante
Total de Leituras
Contador de visitas
Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
últ. comentários
Somos melhores ..sem
Fotógrafa? Muito bem!!!CumprimentosPedro Calisto!
"Andam a festejar para quê se vão para o desempreg...
Há dois anos estive no festival do chocolate, foi ...
pois é ao fim de 10 anos, o que ninguém esperava a...
É sempre bom fazermos algo que nos valoriza enquan...
Nao percebo porque é ue as giraças nao estao inclu...
EH EH EH PARABÉNS!!! Agora é só um bocadinho de de...
Olá! Qual não é o meu espanto ao ver que uma das p...
acho que te esqueceste que tambem tens um afilhado...
Posts mais comentados
11 comentários
11 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO